Cadastre seu e-mail e
receba novas ofertas!

Cirurgia para glaucoma - Modernas Técnicas

LASER

Trabeculoplastia: entre as cirurgias a LASER, é um método intermediário entre o tratamento medicamento e a cirurgia tradicional. O feixe de LASER é focalizado acima do ponto de drenagem do olho. Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o LASER não "fura" o olho. Ao invés disso, seu calor intenso e localizado, faz com que algumas áreas do mecanismo de drenagem abram-se, resultando em uma passagem mais fácil do fluido intra-ocular para fora do olho.

Glaucoma

 
HIGHLIGHTS OF OPHTHALMOLOGY, BENJAMIN F. BOYD, SÉRIES DE 1996 A 2000
Trabeculoplastia: Com o raio do laser (L) pequenos orifícios (P) são feitos no trabeculado (B).
A): linha de Schwalbe, X) periferia da córnea, C) Canal de Schlemm, U) banda ciliar, raiz da íris.

Iridotomia com YAG laser: faz-se um orifício na íris através do qual o humor aquoso pode circular livremente, desta forma previne-se ou pelo menos se diminui muito a chance de ocorrência do glaucoma agudo.

Glaucoma
 
 

Trabeculectomia: é a mais comum das cirurgias. Nesse procedimento o cirurgião remove uma pequena parte da malha trabecular (ponto de drenagem) e cria uma comunicação do interior do olho com a região subconjuntival. Isto facilita a saída do humor aquoso, reduzindo a pressão do olho. Este procedimento geralmente é feito sob anestesia local, tanto a nível ambulatorial como hospitalar. Apesar da trabeculectomia ser um procedimento cirúrgico relativamente seguro (existem inúmeras possibilidades de complicações, como descolamento da coróide, atalamia, falha do funcionamento, etc.) aproximadamente um terço dos pacientes desenvolvem catarata num prazo de cinco anos. Diante de um procedimento bem sucedido, os pacientes podem descontinuar o uso de medicamentos antiglaucomatosos. Talvez 10 a 15% dos pacientes necessitem alguma cirurgia adicional.

Glaucoma


Nesta cirurgia cria-se uma comunicação do interior do olho com a região subconjuntival. Observe a bolha filtrante que coleta o humor aquoso oriundo e a iridectomia que facilita a passagem do humor aquoso da câmara posterior para a câmara anterior.

Dispositivos de drenagem: são usados para casos refratários, funcionam como válvulas regulando a pressão intraocular. Há vários modelos.


Glaucoma 

Tubo de drenagem na câmara anterior entre a íris e a córnea.

Viscocanolostomia: procedimento relativamente recente, que se alega funcionar tão bem quanto a trabeculectomia convencional, porém apresentando menos complicações pós-operatórias por não penetrar o olho.

Glaucoma
 
HIGHLIGHTS OF OPHTHALMOLOGY, BENJAMIN F. BOYD, SÉRIES DE 1996 A 2000
Viscocanolostomia: neste procedimento remove-se uma janela escleral interna,
criando-se um espaço através do qual o humor aquoso passa para os canais coletores.
Não há formação de bolha filtrante.

Trabeculotomia e goniotomia : utilizada para o tratamento do glaucoma congênito.

Glaucoma
 
ATLAS DE CIRURGIA OCULAR, NORMAN S. JAFFE, EDITORA MANOLE, 1991
Goniotomia: incisão circunferencial na rede trabecular.

Procedimentos destrutivos do corpo ciliar: utilizados para o tratamento de glaucomas refratários em olhos extremamente dolorosos e sem possibilidade de recuperação visual.

Glaucoma
 
ATLAS DE CIRURGIA OCULAR, NORMAN S. JAFFE, EDITORA MANOLE, 1991


Ciclocrioterapia: procedimento destrutivo do corpo ciliar por congelamento.

Saiba mais: