Todos os campos são obrigatórios.

Obs.: a data e horário solicitado por você serão submetidos a disponibilidade, após a verificação na agenda da clínica. Você receberá um contato para confirmação da consulta.

Fechar formulário

Evolução da Cirurgia de Catarata

Evolução da Cirurgia de Catarata
icon
Evolução da Cirurgia de Catarata

Sem comentários

Procedimento moderno diminuí complicações e tempo de recuperação

O cristalino é a parte do olho que funciona como uma lente, focalizando os raios luminosos sobre a retina. Quando essa lente perde a transparência, as imagens perdem a nitidez. É essa opacidade do cristalino que conhecemos como Catarata.

visão copy(1)

Geralmente associada à terceira idade, como parte do processo de envelhecimento natural do corpo, a doença também pode ser congênita (em geral causada por doenças adquiridas pela mãe durante a gravidez) ou secundária (associada a alterações metabólicas do cristalino). A progressão da Catarata é variável em cada caso, mas o único tratamento definitivo é a cirurgia.

O procedimento, que teve o seu primeiro registro no ano de 600 a.C., evoluiu seguindo os avanços da oftalmologia. Antigamente, o cristalino e sua cápsula eram retirados juntos, sem a substituição por uma lente artificial. O paciente era obrigado então a usar óculos com lentes de “graus” bastante elevados. Hoje, o cristalino doente é retirado e substituído por uma lente intra-ocular.

catarata (1)

Denominada Facectomia, a cirurgia pode ser realizada por diversas técnicas ou métodos. A mais conhecida e utilizada é a Facoemulsificação: após o cristalino ser pulverizado e aspirado, é feito o implante de uma lente intra-ocular dobrável por meio de uma incisão de 2, 75 mm, aproximadamente. Moderna e segura, a técnica diminui o número de complicações e o tempo de recuperação. Após um breve repouso, os pacientes podem voltar para casa, não precisando, na maior parte dos casos, de curativo oclusivo. O pós-cirúrgico exige apenas a utilização de alguns colírios por 1 mês e consultas regulares: no dia seguinte à cirurgia, 7 dias após e 1 mês depois, podendo ser marcados outros retornos conforme a necessidade.

Uma vez operada, a Catarata está curada. Em alguns casos, pode haver o desenvolvimento, meses ou anos após a cirurgia, de uma condição chamada opacidade capsular ou “catarata secundária”. Como o olho ainda está “vivo”, há um crescimento celular por trás da lente intra-ocular que, com o tempo, torna-se opaca e diminui, novamente, a visão. O tratamento é feito com a aplicação de Yag-Laser. A membrana celular é “cortada”, permitindo, mais uma vez, a entrada de luz no olho com maior nitidez.

  • Compartilhe:

Sobre o Autor

Aptomed

A Aptomed foi fundada no ano de 2001 e a cada ano vem se aprimorando para trazer o que há de melhor para seus pacientes, prezando o bem estar e a saúde de cada um deles de forma personalizada e única. Dispomos de excelentes profissionais em diversas áreas, atendendo em modernas instalações com equipamentos de última geração. Aqui você poderá conhecer um pouco dos nossos serviços e tirar algumas dúvidas. Se você precisa de cuidados especializados e deseja um atendimento personalizado, agende a sua consulta através do telefone (11) 2099-1110. Teremos muito prazer em atendê-lo.

Veja também

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.